ONDA GIGANTE DE MAYA GABEIRA PODE ENTRAR NO LIVRO DOS RECORDES

Big rider carioca aproveita swell épico de 80 pés e consegue completar o que pode ter sido a maior onda surfada por uma mulher!

A carioca Maya Gabeira pode ser a primeira representante do surf feminino a entrar para o Guinness Book, o livro dos recordes, após surfar na semana passada a melhor onda da sua vida na Praia do Norte, em Nazaré, Portugal, mesmo lugar onde sofreu um grave acidente em 2013.

Vídeo: Reprodução Instagram/@polvo32.

Durante o swell épico de 80 pés (pouco mais de 24 metros), Maya completou uma perigosa onda de esquerda, auxiliada pelo surfista franco-brasileiro Eric Rebiere, que foi quem a tirou da onda. Agora, a big rider carioca vai dar entrada na medição da sua onda na WSL Big Wave Awards. A partir de então, a marca será enviada ao Guinness.

Até o momento, o recorde de maior onda surfada no mundo pertence ao americano Garrett McNamara, que surfou uma bomba de 23,8 metros na mesma Nazaré em 2011. A intenção da surfista brasileira é inaugurar a categoria feminina de maior onda surfada do Guinness Book.

“Eu estava super ansiosa, porque esperei esse swell a semana toda, e nós sabíamos que seria um swell gigante.” – Maya Gabiera. Foto:  Reprodução Instagram/@maya.

“Foi uma sensação incrível, porque a onda que eu peguei em novembro eu não consegui completar, então sofri um p… caldo. Fiz vários ajustes, troquei de prancha e criei esse desafio de completar essa onda gigante. Quando saí do canal fui buscada pelo Eric e nem ele acreditou que eu fiz a onda. Foi bem legal e super emocionante, mesmo porque tinham várias pessoas que eu admiro na água. A comemoração foi grande!”, contou Maya Gabeira.

A big rider carioca durante a sua onda gigante em Nazaré. Foto: Bruno Aleixo/Divulgação.

Morando em Nazaré desde o segundo semestre do ano passado, a brasileira passa cinco meses do ano na costa portuguesa. Maya revelou que ficou cerca de quatro na água para conseguir surfar a melhor onda da sua vida. Emocionada com o feito, ela dividiu os méritos da marca com o companheiro Eric Rebiere.

Maya em Portugal, onde está morando atualmente. Foto: Reprodução Instagram/@maya

Maya em Portugal, onde está morando atualmente. Foto: Reprodução Instagram/@maya

“Estava super ansiosa, porque esperei esse swell a semana toda, e nós sabíamos que seria um swell gigante. Eu ainda não tinha performado desde o meu acidente, então estava ansiosa e bem tensa. Foram quatro horas na água para eu achar essa esquerda. Tinha pego uma direita antes, mas não foi nada demais. E estava super frio esse dia, então foi uma luta e uma perseverança mais do Eric. Nós fomos muito guerreiros e conseguimos achar. Valeu e muito”, festejou a carioca.

Além de Maya Gabeira, nomes conhecidos do surf de ondas grandes, como Ross Clarke-Jones, Sebastian Steudtner e Benjamin Sanchis, também estiveram nas águas da Praia do Norte na última quinta-feira, aproveitando o swell épico de 80 pés. A big rider brasileira permanece em Nazaré até março.

A carioca disse que ficou quatro horas no mar para conseguir sua melhor onda. Foto: Bruno Aleixo/Divulgação.

Fonte: globoesporte.globo.com