O BRASILEIRO QUE CONCORRE AO PRÊMIO DE MAIOR ONDA DO ANO

A paixão por ondas grandes começou na adolescência! O guarujaense Rodrigo Koxa foi indicado ao XXL Awards após surfar uma onda gigante no início de novembro, em Nazaré, Portugal.

Rodrigo Koxa dropando em Nazaré. Foto: Raphael Alvim.

Rodrigo Koxa, 38 anos, pode entrar para a história do surf! O big rider do Guarujá é um dos indicados ao prêmio do XXL Awards, o “Oscar” das ondas grandes, na categoria maior onda de 2017. A indicação ao prêmio foi confirmada após Koxa surfar no último swell de 8 de novembro, em Nazaré, Portugal, a maior onda do dia. O tamanho, estimado de 85 a 90 pés (quase 30 metros de altura), surpreendeu o mundo do surf e pode render ao guarujaense o recorde mundial de Garret McNamara, que dropou uma onda de 78 pés.

1O big rider está na expectativa de realizar o seu maior sonho como atleta profissional. Foto: WSL.

“Certeza que se nenhum outro surfista pegar uma onda desse tamanho ou maior até o final de março de 2018, eu irei realizar o meu maior sonho como atleta profissional, big rider, de ganhar o Oscar da WSL com a maior onda surfada do ano. Acredito também, pela minha experiência como conhecedor de ondas gigantes, que existe uma chance enorme de quebra do recorde. Apenas as ondas vencedoras do XXL são medidas e somente em abril, no dia da festa de premiação, o WSL irá divulgar o tamanho das maiores ondas do ano, e eu espero sinceramente que onda seja a minha””, falou  Rodrigo.

O big rider também revelou seus planos para o futuro e contou sua trajetória. Confira abaixo: 

Após Nazaré, qual o grande desafio para 2018?

Esta temporada em Nazaré me reacendeu a vontade de surfar as maiores ondas do mundo. Surfei com tanto amor e tanta gratidão que pude sentir a verdadeira felicidade. Minha alma ama estar em contato com este fenômeno maravilhoso da natureza.

Meus planos são de continuar a viver desta forma. Continuar a buscar os grandes swells e surfar as maiores do mundo com todo meu amor e respeito pelo mar e pela natureza.

Koxa com Carlos Burle em Nazaré. Foto: WSL.

Como foi o seu início no surfe e quando decidiu migrar para as ondas grandes?

Aprendi a surfar com oito anos de idade no Guarujá. Eu era muito fã do Dadá Figueiredo, um surfista punk rock brasileiro (risos)! Tanto que a minha primeira prancha shapeada tinha a mesma cruz de malta que a dele.

Com 15 anos, me apaixonei por ondas grandes durante uma viagem à Porto Escondido, no México. Desde então é o meu esporte.

Rodrigo com seu ídolo Garrett McNamara.

Rodrigo com seu ídolo Garrett McNamara.

Quem é seu ídolo no surf? 

Garret McNamara é a minha grande inspiração! Ele é um visionário, um cara que viveu a vida buscando as maiores ondas do mundo, tanto que desbravou a maior de todas elas, Nazaré. Obrigado Portugal!

Gosta de outro esporte? 

O sonho do meu pai era me ver nos campos de futebol (risos)! Então, eu adoro o esporte e tenho o Corinthians como meu time de coração

Fonte: globoesporte.globo.com