FOI DADA A LARGADA PARA O ITACARÉ SURF SOUND FESTIVAL

Foi dada a largada para o South to South apresenta Itacaré Surf Sound Festival, com 100 surfistas de seis países participando da etapa do QS 1500 que marca o retorno de Itacaré ao calendário da World Surf League.

Confira ao vivo as disputas direto de Itacaré, clicando AQUI!

Começa nesta quinta-feira na Costa do Cacau no Sul da Bahia, o South to South apresenta Itacaré Surf Sound Festival, com 100 surfistas de seis países participando da etapa do QS 1500 que marca o retorno de Itacaré ao calendário da World Surf League.

O evento também vale como penúltima etapa na disputa pelo título sul-americano da WSL South America, liderada pelo paulista Thiago Camarão. Muitos deles aproveitaram as boas ondas do dia de ontem na Praia da Tiririca para treinar para o único evento do Circuito Mundial do WSL Qualifying Series na Região Nordeste do país. A principal estrela é o potiguar Jadson André, da elite mundial do WCT, que está entre os 32 cabeças de chave da terceira rodada da competição.

O paulista Thiago Camarão lidera a disputa pelo título sul-americano da WSL South America. Foto: Smorigo/WSL.

Jadson foi escalado na 16.a e última bateria junto com o chileno Nicolas Vargas, um dos onze participantes de outros países. Também desta lista fazem parte os mais bem ranqueados no WSL Qualifying Series.

Alguns na briga direta por vagas na lista dos dez surfistas que se classificam para o World Surf League Championship Tour pelo ranking do QS, como dois brasileiros que estavam na elite dos Top-34 no ano passado, o catarinense Alejo Muniz e o paulista Alex Ribeiro, que já conquistou uma vitória na Praia da Tiririca em 2014.

O potiguar Jadson André é a grande estrela da competição. Foto: Morris/WSL.

Dois surfistas de Itacaré completam suas baterias como convidados dos organizadores da competição. Iago Silva com Alejo Muniz na oitava e Felix Martins na nona com Alex Ribeiro. Os outros cabeças de chave da Bahia na terceira fase são Yagê Araujo também de Itacaré e os soteropolitanos Bino Lopes e Marco Fernandez.

Bino está em 36.o lugar e vai estrear junto com o peruano Juninho Urcia na quarta bateria. E Marco Fernandez, que ocupa a septuagésima posição, entra na 14.a com o paulista Gabriel André.

No total, são dezessete participantes da Bahia, dez deles de Itacaré. Seis surfistas locais da cidade entram na segunda fase, incluindo Olivier Cassaigne, que representa a França no Circuito Mundial por morar lá há alguns anos.

Mas Junior Santos, Alandreson Martins, Igor Farias, Tarcizio Campos e Davi Silva competem como brasileiros, que são maioria entre os concorrentes ao título no QS 1500 de Itacaré. Serão 89 contra onze de outros países, três deles vindos da Argentina, três do Peru, dois dos Estados Unidos, dois do Chile e o itacareense Olivier pela França.

Marco Fernandez. Foto: Smorigo/WSL

ONDA FEST ITACARÉ Além da competição, várias atrações extras estão programadas para o público que for assistir o evento. A principal delas é o Onda Fest Itacaré com shows nas noites da sexta-feira e sábado na Praia do Resende, em Itacaré.

Na primeira noite, as atrações serão o Conecrew, Maskavo e Marlon Moreira. No sábado, Bruta Raça, Rael, Fábrica de Sons e banda Kasa 8. Os ingressos estão à venda no Café Bar Pé de Amendoa e na Cacau Show de Itacaré, bem como nas lojas Backdoor de Ilhéus e Itabuna.

Também estão programadas várias atividades de preservação e educação ambiental para o público durante os dias do campeonato. Elas serão promovidas na arena do evento na Praia da Tiririca, por entidades como Recicla Itacaré, Mecenas, Instituto Floresta Viva e Instituto Baleia Jubarte, em parceria com as secretarias de Meio-Ambiente e Educação da Prefeitura de Itacaré, bem como da Associação de Surf de Itacaré (ASI).

Cartaz do evento. Foto: Divulgação.

Cartaz do evento. Foto: Divulgação.

SOUTH TO SOUTH apresenta ITACARÉ SURF SOUND FESTIVAL (baterias sujeitas à alterações)

PRIMEIRA FASE – 3.o=97.o lugar com 30 pontos e 4.o=105.o lugar com 27 pontos:

1.a: Deivid Silva (BRA), Arthur Cerqueira (BRA), Alessandro Dias (BRA)

2.a: Alex Lima (BRA), Artur Silva (BRA),

3.a: Renan Argemiro (BRA), Bruno de Andrade Maia (BRA), Daniel Matos (BRA)

4.a: Italo Rosa (BRA), Daniel Adisaka (BRA), Davi Mendes (BRA),

5.a: Samuel Igo (BRA), Brayner Silva (BRA), Guilherme Marques (BRA),

6.a: Adilton Mariano (BRA), Itim Silva (BRA),

7.a: Douglas Silva (BRA), Luan Carvalho (BRA), Elson Vieira (BRA),

8.a: Pericles Dimitri (BRA), Lysandro Leandro (BRA),

SEGUNDA FASE – entrada de 48 pré-classificados mais bem colocados no QS:

——-1.o e 2.o=Terceira Fase / 3.o=65.o lugar com 105 pontos e 4.o=81.o lugar com 90 pts:

1.a: José Gundesen (ARG), Pedro Nogueira (BRA), Charlie Brown (BRA), 1.o da 1.a bateria da 1.a fase

2.a: José Francisco (BRA), Michel Roque (BRA), Bruno Galini (BRA), 2.o da 1.a bateria

3.a: Renan Pulga (BRA), Amando Lins (BRA), Olivier Cassaigne (FRA), 1.o da 2.a bateria

4.a: Pedro Dib (BRA), Kim Matheus Marcondes (BRA), Pedro Ingber (BRA), 2.o da 2.a bateria

5.a: Geovane Ferreira (BRA), Guilherme Villas Boas (BRA), Tarcizio Campos (BRA), 1.o da 3.a bateria

6.a: Guillermo Satt (CHL), Mateus Sena (BRA), Erick Moraes (BRA), 2.o da 3.a bateria

7.a: Tomas Lopez Moreno (ARG), Caetano Vargas (BRA), Renato Galvão (BRA), 1.o da 4.a

8.a: Felipe Oliveira (BRA), Deyvson Santos (BRA), Junior Santos (BRA), 2.o da 4.a

9.a: Leonardo Berbet (BRA), Junior Lagosta (BRA), Davi Silva (BRA), 1.o da 5.a

10: Gustavo Ramos (BRA), Luciano Brulher (BRA), Pedro Berasaluze (ESP), 2.o da 5.a

11: Jihad Khodr (BRA), Tales Araujo (BRA), Fernando Junior (BRA), 1.o da 6.a

12: Wesley Santos (BRA), Franklin Serpa (BRA), Igor Farias (BRA), 2.o da 6.a

13: Alan Donato (BRA), Gustavo Borges (BRA), João Castano (BRA), 1.o da 7.a

14: Pedro Neves (BRA), Douglas Noronha (BRA), Alex Siqueira (BRA), 2.o da 7.a

15: Nate Dorman (EUA), Pedro Mendes (BRA), Alandreson Martins (BRA), 1.o da 8.a

16: Luan Wood (BRA), Igor Moraes (BRA), Odacir Nonato (BRA), 2.o da 8.a

TERCEIRA FASE – entrada dos 48 principais cabeças de chave mais bem ranqueados no QS:

——-1.o e 2.o=Quarta Fase / 3.o=33.o lugar com 180 pontos e 4.o=49.o lugar com 165 pts:

1.a: Flavio Nakagima (BRA), Adrian Garcia (PER),

2.a: Raoni Monteiro (BRA), Yagê Araujo (BRA),

3.a: Luel Felipe (BRA), Gabriel Farias (BRA),

4.a: Bino Lopes (BRA), Juninho Urcia (PER),

5.a: Victor Bernardo (BRA), Wesley Leite (BRA),

6.a: Hizunomê Bettero (BRA), Alonso Correa (PER),

7.a: Robson Santos (BRA), Weslley Dantas (BRA),

8.a: Alejo Muniz (BRA), Iago Silva (BRA),

9.a: Alex Ribeiro (BRA), Felix Martins (BRA),

10: Thiago Guimarães (BRA), Yuri Gonçalves (BRA),

11: Heitor Alves (BRA), Facundo Arreyes (ARG),

12: Krystian Kymerson (BRA), Kei Kobayashi (EUA),

13: Thiago Camarão (BRA), Yuri Gonçalves (BRA),

14: Marco Fernandez (BRA), Gabriel André (BRA),

15: Marcos Correa (BRA), Jean da Silva (BRA),

16: Jadson André (BRA), Nicolas Vargas (CHL),

RANKING SUL-AMERICANO DA WSL SOUTH AMERICA – 3 etapas:

1.o: Thiago Camarão (BRA) – 1.420 pontos

2.o: Alvaro Malpartida (PER) – 1.030

3.o: Jeronimo Vargas (BRA) – 1.025

4.o: Gabriel André (BRA) – 860

5.o: Samuel Igo (BRA) – 815

6.o: Joaquin del Castillo (PER) – 800

7.o: Gustavo Ramos (BRA) – 790

8.o: Krystian Kymerson (BRA) – 750

9.o: Marcos Correa (BRA) – 680

10.o: Adrian Garcia (PER) – 595

——-mais 100 surfistas pontuaram no ranking 2017