FREE SURFER CARIOCA SOFRE LESÃO NO HAWAII

Gabriel Pastori sofre grave acidente quando surfava em Off The Wall. Sua prancha voltou em seu rosto e ele precisou levar mais de 30 pontos no nariz.

Em destaque: Pastori durante a session em OTW. Foto: Mateus Werneck.

O carioca Gabriel Pastori sofreu um acidente nesta segunda-feira no North Shore, Hawaii. Sua oitava temporada havaiana acabou mais cedo do que ele imaginava. Durante uma sessão de free surf em Off The Wall, o surfista de 29 anos entrou em um tubo de cerca de três metros para a esquerda, como várias outras que ele já tinha surfado no mesmo dia, mas que não rendeu muito e ele acabou batendo com o rosto na prancha, fraturando o nariz e precisou tomar levar mais de 30 pontos no local.

Pastori caiu e a prancha, ainda debaixo d’água, voltou em seu nariz. Ele não sabe se foi o bico ou a parte de trás, com as quilhas. Assim que percebeu que tinha sido atingido, ele pediu ajuda para o fotógrafo Mateus Werneck, que fotografou a onda, porém acabou sendo socorrido foi socorrido por Matheus Navarro, outro surfista brasileiro que estava no pico.

Fotógrafo brasileiro acompanhou de perto acidente com Gabriel Pastori. Foto: Mateus Werneck.

“Veio uma onda. A onda foi meio fechadeira. Ele botou para dentro do tubo para fazer a foto mesmo. Ele botou para dentro, fiz a foto, mas aí quando levantou ele já estava gritando meu nome. Vi que tinha dado algum problema, mas estava vindo muita onda. E ele estava na zona de impacto, embaixo, tentei descer e tomei onda na cabeça”, falou o fotógrafo.

O surfista carioca mostra resultado de cirurgia no nariz. Foto: Arquivo Pessoal.

O surfista carioca mostra resultado de cirurgia no nariz. Foto: Arquivo Pessoal.

O free surfer carioca agora está com uma proteção no local da fratura e do corte. Ele permanecerá no Hawaii nos próximos dias até que o nariz desinche para só assim poder voltar ao Brasil. Confira abaixo relato de Pastori e do fotógrafo Mateus Werneck.


“Quando botei a cabeça para fora (da água) começou a sair muito sangue. Sangra muito essa região. E aí veio uma série (de ondas) atrás. O Matheus Navarro nem conseguiu me pegar. Tomou essa série junto. Fui tomando (onda) na cabeça até chegar na areia. Fiquei com medo de desmaiar, porque estava sangrando muito. Graças a Deus, não desmaiei em nenhum momento, lembro de tudo. Eu caí, o tubo fechou. No meio do caldo, a prancha veio. Não sei se foi com o bico ou com a quilha, mas bateu no meu nariz. Fui para o hospital mais próximo, mas lá não fariam o que eu precisava. Fui transferido para outro hospital. Lá eu fiquei até 23h, fazendo todo procedimento. Tomei morfina, anestesia local. O médico botou o nariz um pouco no lugar e deu mais de 30 pontos. Ainda vamos ver se vou fazer outra cirurgia para desobstruir alguma coisa que tenha ficado obstruída.” - Gabriel Pastori.


Fonte: globoesporte.globo.com