A “JOIA” DA AMÉRICA CENTRAL

Considerada por muitos como a “joia” da América Central, a Nicarágua é um lugar incrível e super democrático, com várias opções de passeios para todos os gostos e, é claro, muito surf!  A melhor época de onda seria entre março e setembro. Mas, além das ondas, as paisagens e os vulcões são um espetáculo à parte. 

Maior país da América Central em área territorial, a moeda local é chamada de Córdoba e pode se encontrar ATM por toda parte para fazer retiradas em dinheiro, caso necessário, pois cartões são aceitos em todo o país.

Agora é só juntar sua galera é fazer sua surf trip dos sonhos!

Texto: Luiz Miguel Pires Júnior / Fotos: Fred Rozário

Beto Dias, Popoyo.

O expresso da Nicarágua.

O expresso da Nicarágua.

COMO CHEGAR

Existem algumas opções de voos e caso queira gastar menos terá que fazer mais escalas. É sempre bom aproveitar a mesma trip para curtir alguns dias em outro lugar, como El Salvador. 

Também vale muito a pena ficar dois dias em Sunzal. Ou você pode fazer escala pelo Panamá, Costa Rica e Lima.

Os preços variam de $450 até $750 e as empresas que fazem esse trajeto são Avianca, Copa e American Airlines. Esses pacotes podem ser fechados por empresas especializadas em surf trip.

A caça aos turistas.

A caça aos turistas.

ONDE SE HOSPEDAR

A Nicarágua é um lugar onde se encontra hospedagem de todos os tipos: pousadas, hostel e até casas de luxo para um grupo maior.

O melhor é escolher uma base fixa e fazer a busca pelas ondas de barco ou 4×4. Apesar das praias serem perto, muitas delas têm difícil acesso.

O local mais indicado seria Popoyo, pois existem pousadas com preço mais em conta e é a onda mais constante da região.

Uma segunda opção seria procurar flats super espaçosos dentro de Hacienda Iguana e Rancho Santana. Dependendo da quantidade de pessoas, o preço pode variar de $15 em hostel até $80 dividindo uma casa para um grupo maior.

Panga Drop.

ALIMENTAÇÃO 

Caso você fique em algum flat ou casa, a melhor opção é ir num mercado em Rivas, assim você mesmo pode preparar suas refeições.

Algumas pousadas fazem All Incluse e, se preferir, existem também  restaurantes, como Magnific Rock, com um visual que o próprio nome já diz, magnífico.

Betinho Dias. Los Perros.

O QUE LEVAR

Tudo vai depender do swell. Uma boa opção é levar uma 5’9” e outra 6’1”. Caso você vá com um grupo grande, sempre sobra uma prancha diferente para testar ou te salvar se o mar passar de 6 pés. Mas essa última opção somente se tiver muita sorte ou azar, se não gostar de ondas grandes!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Também não se esqueça do kit básico de surf, muito protetor solar e roupas bem leves, pois na Nicarágua faz muito calor, além de dinheiro extra para as saídas de barco, com preço médio de $250, podendo dividir com a galera.

E o que é muito importante e não pode faltar: a vacina de febre amarela. 

Beto Dias. Panga Drop.

MELHORES PICOS

Existem vários picos muito conhecidos. Ondas de qualidade por receber vento terral o ano todo, destacando-se point breaks e beach breaks de esquerdas e direitas que funcionam em sua maioria na maré alta. O melhor pico depende do tipo de onda que você quiser pegar. 

Magnific Rock.

Algumas praias são bem privadas, como Rancho Santana e Hacienda Iguana, onde somente cadastrados ou convidados podem ter acesso pela estrada. Os picos mais conhecidos são Colorado, Popoyo, Outer Reef Popoyo,  Lances Left e o famoso Playgrounds. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para pegar onda em Colorado, Lances Left e Playgrounds, você precisaria de um barco. Na Playa Gigante, que fica logo depois de Hacienda Iguana, você encontra esse serviço. Uma dica seria chegar cedo para aproveitar antes de entrar o vento.

Juninho, Panga Drop.

LOCALISMO

O único lugar onde você pode ter algum tipo de localismo seria em Popoyo. Mas vai depender muito do seu comportamento dentro d’água. Fora isso, você não 
terá problemas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O QUE FAZER QUANDO TÁ FLAT…

Existem vários passeios, mas o que chama mais atenção para os surfistas é o Volcano Board. O hostel Big Foot, que fica em Léon, faz saídas diárias para esse passeio.

Outra opção seria ir para San Juan Del Sur, onde  você pode encontrar bares, restaurantes e bastante diversão.

Panga Drop.