A VERDADE “NUA E CRUA” DE UM CAMPEÃO MUNDIAL

Campeão mundial de 2015, o brasileiro Adriano de Souza conta várias histórias sobre sua vida até a conquista do seu tão sonhado título mundial.

Que a história do campeão mundial Adriano de Souza não foi fácil, isso todo mundo já ficou sabendo quando ele conquistou o tão sonhado título em 2015. Mas ler tudo isso em primeira pessoa, com todo o realismo e detalhes a que se tem direito, é outra história!

“O oceano tornou-se uma fuga para mim. Uma fuga da favela.”

Animação: Reprodução The Player’s Tribune.

Adriano é o atual personagem do site The Player’s Tribune, onde diversos atletas, do cenário nacional e mundial, contam suas experiências de vida. Nome como os brasileiros Alan Ruschel, Marcelo e Marta, do futebol, além de Isaiah Thomas do basquete, o tenista Andy Murray e Danica Patrick do automobilismo, só para citar alguns. E agora chegou a vez de Mineirinho, que sem dó nem piedade, conta os detalhes dolorosos de sua infância na favela.

Não existe muita expectativa de vida dentro da favela. E nem muita felicidade, também. … a felicidade parecia tão distante das favelas. Eu precisava saber onde encontrá-la. … não era da favela que queria escapar. minha casa não era o lugar mais feliz, também.

Durante sua infância na favela. Foto: Reprodução The Player’s Tribune.

Um dos trechos mais comoventes da história de vida do campeão mundial diz respeito a um episódio acontecido logo após seu nascimento.

“Minha mãe tinha depressão. Quatro meses após eu nascer, ela tacou fogo na casa comigo dentro e saiu. Um vizinho me salvou!”

Adriano em ação na etapa do Tour este ano que está acontecendo de Trestles. Foto: Rowland/WSL.

E apesar de a história ser sobre um herói das ondas, Mineiro deixou bem claro em quase toda a coluna quem eram os seus grande heróis e de onde ele tirou tanta força para superar os desafios que a vida lhe trouxe.

Conheço a bravura. Pois vi em meu pai, quando ele largou o trabalho para cuidar da minha mãe. Vi em minha mãe, que lutava contra uma tristeza diária que ninguém conseguiria entender. Vi isso em meu irmão, que virou chefe de família quando ele só tinha 18 anos. Eu queria ser bravo, como eles.

Para conferir na íntegra toda a matéria no The Player’s Tribune com a história de Adriano de Souza, clique aqui. 

O brasileiro com a tão sonha taça de campeão mundial em 2015 junto com os amigos. E num momento família. Foto: Reprodução The Player’s Tribune.