O surfista adaptado de 11 anos Davi Teixeira, ou Davizinho Radical, como é mais conhecido, realizou sua primeira viagem ao Hawaii no fim do mês de agosto e já marcou presença no segundo degrau do pódio. O atleta foi vice-campeão da décima edição Duke’s Annual Ocean Fest, evento realizado na praia de Waikiki em homenagem ao grande pai do surf, Duke Kahanamoku.

Por Viviane Freitas / Colaboração texto e fotos de Ana Catarina Teles.

Davizinho saiu da água comemorando não só o resultado, mas sua performance em constante evolução, desde o ano passado quando também foi barrado pelo mesmo Jess Billauer em La Jolla, no ISA Games. A comemoração emocionou voluntários e outros atletas que assistiam à bateria.

“Eu amei competir mais uma vez ao lado de amigos sensacionais. Saí da água muito emocionado, pois dei o meu máximo e o Hawaii é o lugar perfeito para surfar. Curti muito as ondas longas de Wakiki, além de poder estar em contato com a biodiversidade marinha. Tive a oportunidade de conhecer também a praia de Sharks Couver, nadar em mar aberto e ver a beleza do fundo do mar”, contou Davizinho, que já se prepara para os Jogos Paralímpicos, onde disputa provas de natação.

O Duke’s Fest reuniu no surf adaptado cerca de 60 atletas de nove países diferentes em categorias como Sit, Stand, Prone e Assisted. Davi representou muito bem o Brasil, levando o segundo lugar em sua categoria Assisted, que conta com o apoio de seu técnico e surfista profissional Betinho Dias. A bateria final foi emocionante, onde Davi arrancou merecidamente uma nota 10 numa onda longa e com algumas trocas de bordas.

Saí da água muito emocionado, pois dei o meu máximo!”

O surf adaptado vem crescendo e abrangendo cada vez mais participantes que se encorajam a praticar o esporte. O critério de julgamento varia de torneio para torneio. No Duke’s, por exemplo, as trocas de bordas são os critérios mais valiosos, enquanto no ISA Games avalia-se primeiramente o tamanho da onda e distância percorrida pelo surfista.

Para finalizar o torneio, ainda aconteceu uma Expression Session, da qual Davi foi sorteado para participar e mostrar um pouco mais do que sabe no surf. O surfista é muito querido pelos adversários e pelo próprio projeto Acessurf. Em um clima familiar e de companheirismo, os próprios surfistas vibram com as vitórias do outro, mostrando que a luta é de dentro para fora e em cada bateria disputada há motivos para comemorar.

O Duke’s OceanFest é realizado durante o verão na praia de Waikiki em honra a lenda havaiana Duke Paoa Kahanamoku, que é carinhosamente lembrado como o maior waterman que já viveu. O festival apresenta uma variedade de esportes do oceano que estavam perto do coração de Duke, incluindo Surf, Paddleboard Racing, natação, voleibol e muito mais.