DO TITANZINHO PARA O RIO

A praia de São Conrado, zona oeste do Rio de Janeiro, ficou agitada neste último sábado (15/10) de ondas de meio metro entre sol e nuvens. Surfistas de diferentes lugares do Estado marcaram presença no pico para disputar a primeira etapa do Circuito de Surf São Conrado, competição realizada pela ONG Rocinha Surf Escola em parceria com a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e a FESERJ.

As ondas de São Conrado foram o palco da primeira etapa do Circuito. Foto: Pedro Monteiro.

Na comunidade da Rocinha, a maior da América Latina, acredita-se que 80% dos moradores tenham raízes nordestinas. Assim como acontece no Rio de Janeiro, na favela do Titanzinho, no Ceará, muitos de seus moradores também enxergam no surf uma possibilidade de ganho de qualidade de vida e futuro para crianças e jovens sem oportunidades. E foi com essa conexão que dois cearenses venceram em suas categorias em São Conrado neste sábado.

Davi Sobrinho, do Titanzinho, foi o melhor na categoria Open. Foto: Pedro Monteiro.

Davi Sobrinho, de 19 anos, filho do grande professor João Carlos ‘O Fera’, fundador da ONG Escola Beneficente de Surf Titanzinho, desembarcou no Rio de Janeiro um dia antes da competição começar e desbancou todos os adversários da categoria Open. “Estou surfando pela primeira vez no São Conrado e é muito legal saber que, assim como pai faz lá no Titanzinho, existem pessoas que façam pelas comunidades aqui no Rio. O surf é muito rico e deixa a pessoa com saúde”, disse Davi. A final foi disputada ainda pelos surfistas Mathes Mikimba, que ficou segundo, além de Hugo Bitencourt em terceiro e Cristiano Gomes, local da Rocinha, que terminou na quarta posição.

Local da praia de Icaraí, Fortaleza, Cauã Costa deu show na Mirim. Foto: Pedro Monteiro.

Com apenas 13 anos, o atleta Cauã Costa, local da praia de Icaraí, Fortaleza, também se destacou nas ondas do Rio de Janeiro. Integrante da novíssima geração do surf brasileiro e morando há um ano na Praia do Recreio, Cauã está chamando atenção com seu estilo inovador e progressivo. O moleque venceu a categoria Mirim em cima de Anderson Pikachu, Luiz Fernando e, respectivamente, segundo, terceiro e quarto colocados.

Kedian Zamora desbancou seu adversários na Junior. Foto: Pedro Monteiro.

Nas disputas da categoria Junior, destaque para Kedian Zamora, que avançou até a final na segunda colocação em suas baterias, mas que deu todo o gás na decisão e levou o maior caneco pra casa. Pedro Amorim bem que tentou, mas parou no segundo lugar, seguido por Juninho Malta e Matheus Santos.

Valentin Neves levou a melhor na categoria Iniciante. Foto: Pedro Monteiro.

Já na categoria dos surfistas mais novos do Circuito, a Iniciante, Valentin Neves, filho do bicampeão brasileiro Léo Neves, foi impecável e teve 100% de aproveitamento na competição. Após vencer todas as baterias que disputou, o saquaremense derrotou Cauã Costa na finalíssima, que teve ainda Caio Knappi em terceiro lugar e Vinícius Leone na quarta posição.

Fotos Pedro Monteiro.

RESULTADOS DO  CIRCUITO DE SURF SÃO CONRADO

Open
1 Davi Sobrinho
2 Matheus Mikimba
3 Hugo Bitencourt
4 Cristiano Gomes

Junior
1 Kedian Zamora
2 Pedro Amorim
3 Juninho Malta
4 Matheus Santos

Mirim
1 Cauã Costa
2 Anderson Pikachu
3 Luiz Fernando
4 Pedro Amorim

Iniciante
1 Valentim Neves
2 Cauã Costa
3 Caio Knappi
4 Vinicius Leone