EM COMPASSO DE ESPERA PARA JEFFREYS BAY

Mineirinho aguarda início das competições em Jeffreys Bay com o foco fixo em repetir a vitória de 2012 na África do Sul.

Mineiro em espera em J-Bay. Foto: Reprodução Facebook/@aktionpaz.

Mineiro em espera em J-Bay. Foto: Reprodução Facebook/@aktionpaz.

A janela da etapa de J-Bay da WSL foi aberta oficialmente hoje, quarta-feira (12/07), mas não houve competição por causa das pequenas ondas em Supertubes.

A previsão do tempo aponta para uma ótima condição para a prática do surf a partir desta sexta-feira (14/07), com as ondas podendo chegar a 2,5 metros de face.

Com isso, os atletas têm de conter a ansiedade e aguardar com paciência, como é o caso de Adriano de Souza. Terceiro no ranking mundial e com uma vitória nas ondas sul-africanas em 2012, quando a etapa contava pelo QS, Mineirinho segue sua rotina de treinos enquanto a competição não começa já avaliando seus primeiros adversários, o compatriota Jadson André e o português Frederico Morais na terceira bateria do Round 1.

“… a expectativa para J-Bay é a melhor possível. Estou me sentindo bem e preparado para mais uma batalha.”

Adriano treina forte para conquista o pódio em J-Bay. Foto: Reprodução Facebook/ Robbie Irlam.

“Depois de Fiji,eu não parei. Fiz uma preparação especial nas Ilhas Maldivas com o vencedor do meu campeonato virtual de surf e pegamos altas ondas. Vim para a África do Sul contente e pronto para me recuperar e melhorar a terceira posição no ranking. Já venci aqui e a expectativa para J-Bay é a melhor possível. Estou me sentindo bem e preparado para mais uma batalha. Quero um desempenho melhor que o de Fiji e o do ano passado aqui, de preferência com vitória, para seguir firme no campeonato”, conta o campeão mundial de 2015, que no ano passado ficou a um passo das quartas, caindo no quinto round.

As ondas de Maldivas também fizeram parte de Adriano para a sexta etapa do Tour. Foto: Reprodução Facebook/ @aliphoto_maldives.

O atual número 3 do ranking completa: “Definitivamente me sinto bem melhor aqui neste ano que em 2015, quando carreguei a lycra amarela por seis etapas e senti muita pressão. Me sinto ótimo e abençoado em estar aqui. Já estou na região há duas semanas e tive um tempo para trabalhar em meu surf e ter um tempo antes de todo. Quero vencer muito essa etapa, estou animado e quero ir bem. Tento não levar a pressão para a água. Tenho muitas memórias que levarei para sempre da vitória de 2012 e espero pegar ondas iguais. Neste ano temos uma história e um cenário diferente e vejo todos lutando pela vitória aqui.”

Há quase dois meses Adriano está longe de casa preparando o condicionamento físico e aprimorando as técnicas de surf para conseguir elevar seus resultados. Confira um pouco dos lugares que ele passou, as ondas que surfou e a sequência com os preparativos para a J-Bay.