ESPERA POR PADANG PADANG CHEGA AO FIM

Após vários dias de expectativa, período de espera para o Rip Curl Cup Invitational 2017 chega ao fim sem o swell mágico para a realização do evento em Padang Padang.

Swell mágico não chegou para a realização do evento em Bali, Indonésia. Foto: Lawrence/ Divulgação Rip Curl.

Apesar do período de espera de um mês, 10 de  julho a 10 de agosto, para o Rip Curl Cup Invitational 2017, as ondas em Padang Padang não alcançaram as condições ideais para a realização do evento. Foram realizadas várias chamadas, inclusive neste último fim de semana havia a hipótese de a prova, que tem a duração de um dia, acontecer.

“Nosso padrão é garantir que os 16 dos melhores pilotos do mundo disputem no melhor dia do ano em Padang Padang. Qualquer coisa menos significaria comprometer a integridade do evento “, disse James Hendy, gerente de Marketing da Rip Curl Sudeste Asiático.

Line up. Foto: Ridenour/Divulgação Rip Curl.

O norte -americano  Dillon Perillo, um dos convidados do evento, também concordou com James Hendy: “Eu acho que foi um bom não correr o evento nos dias medíocres em Padang.”

O defensor do título, Mega Semadhi. Foto: Lawrence/Divulgação Rip Curl.

O defensor do título, Mega Semadhi. Foto: Lawrence/Divulgação Rip Curl.

Por enquanto, a taça do Rip Curl Cup Invitational permanecerá em Bali com o local Mega Semadhi, defensor do título, que cresceu próximo a Padang Padang.

Agora Semadhi e os convidados internacionais, que incluíam grandes nomes como os havaianos Mason Ho, Bruce Irons e Clay Marzo, além dos brasileiros Bruno Santos e Paulo Mora, terão que aguardar ansiosos pela briga do título em 2018.