FAÇA AS MALAS, A VIDA É AGORA!

O fim do ano está chegando e com ele começamos a refletir, fazer novos planos, novos sonhos… Mas o mundo anda cada dia mais louco! São tantas as polêmicas, escândalos, reviravoltas, protestos, ataques terroristas, refugiados e barragens estraçalhadas, que fica impossível viver de forma leve e feliz. Somado a tudo isso, quem vive nos grandes centros ainda lida com poluição, trânsito, violência… Onde vamos parar?  Será que é possível saber….

A ideia de ter uma carreira brilhante, um alto salário e um belo apartamento ainda é sonho de muita gente. Mas está cada vez mais normal darmos de cara com o movimento contrário. Morar numa comunidade longe dos grandes centros, onde se possa viver da agricultura com o cultivo de alimentos orgânicos, ou abandonar o país e ir morar em um paraíso da América Central como fez esse casal da Flórida.

Fomos para a Nicarágua pra surfar. O que a gente nunca pensou é que essas férias transformariam nossas vidas completamente.

Jenna e Josh se conheceram no colégio e logo se apaixonaram. Como uma típica família americana de classe média, eles trabalharam muito em busca do tal “way of life”, tiveram filhos, conquistaram o sonho de ter o negócio próprio e faziam questão de incluir os filhos em qualquer atividade extra que parecesse interessante para o desenvolvimento deles. Tudo parecia perfeito até irem à Nicarágua.

O plano de viver longe dos amigos e da família, abandonar o negócio próprio e viver num país subdesenvolvido como a Nicarágua nunca tinha passado pela cabeça do casal. Mas foi tudo o que aconteceu quando o casal voltou das férias com um só pensamento: mudar-se para a Nicarágua!

“Nós desenvolvemos o sonho de dar aos outros condições de uma vida melhor”.

Depois do quinto filho, Jenna e Josh decidiram abandonar o medo de vez e fazer as malas. “Foi uma mudança radical e assustadora. Não tivemos o apoio dos familiares e amigos, muitos pensaram que estávamos enlouquecendo de fato”,  conta Jenna.

O casal, mais lúcido que nunca, além de viver no vilarejo de Popoyo com seus cinco filhos, abriu um negócio, o “Nica Vida”um hotel pensado para receber famílias inteiras, com programação para crianças o dia todo. Porém, o mais incrível de tudo isso era o propósito dessa mudança, que não  estava inspirada somente na busca de uma vida mais simples e mais calma, mas também no desejo de ajudar a população local da Nicarágua.  Lá, Josh e Jenna desenvolvem diversos programas sociais bancados pelo lucro vindo do empreendimento do casal.

“Ás vezes ainda me pego pensando sobre tudo que fizemos e não acredito.”

Quando perguntam para Jenna o que ela diria para alguém que está pensando em mudar radicalmente a vida ela responde:  “Se você é solteiro, casado, se está criando uma família, se você tem um desejo de melhorar a qualidade de sua vida, se você quer desacelerar, simplificar e viver uma vida preenchida com riquezas que vão além do materialismo. Eu digo que você pode, absolutamente. Nós não somos os mais ricos, os mais organizados ou mais inteligentes. Somos uma família muito simples com corações grandes que querem apenas amar a vida e vivê-la ao máximo. Quando minha mãe morreu aos 51 anos, ela me fez prometer que eu não iria esperar e viver a minha vida a espera de um ‘melhor momento’. Agora é o tempo para perseguir esses sonhos. Agora é a hora de fazer suas memórias e ter as experiências que você deseja. Nós não tínhamos nada planejado para esta jornada. Nós apenas sabíamos que precisávamos fazer as malas e ir embora. Estamos aqui há quase três anos e imensamente gratos pela coragem que criar a vida que sonhamos.”

Colaboração: Janaína Pedroso | Jornalista e apaixonada por surf.

Por Longarina, parceira da Surfar na seção Surf Feminino.