FILIPINHO E ALEJO DISPUTAM VAGAS PARA OITAVAS DO US OPEN

Filipe Toledo segue defendendo o título do QS 10000 de Huntington Beach e Alejo Muniz também passou para a quarta fase na quinta-feira.

O paulista Filipe Toledo segue invicto na busca pelo bicampeonato no QS 10000 Vans US Open of Surfing em Huntington Beach, na Orange County, Califórnia, Estados Unidos. Ele ganhou mais uma bateria na quinta-feira e a próxima defesa do título conquistado no ano passado, será contra o australiano Josh Kerr e o americano Nat Young.

Alejo Muniz segue na disuputa do US Open. Foto: Kenneth Morris/WSL.

Quem também já está na rodada classificatória para as oitavas de final é o catarinense Alejo Muniz e outros cinco brasileiros ainda vão disputar as últimas baterias da terceira fase, que ficaram para abrir a sexta-feira no maior palco do surfe norte-americano.

O líder do ranking Jessé Mendes foi o primeiro a já garantir vaga no WCT 2018. Foto:  Sean Rowland/ WSL.

O líder do ranking Jessé Mendes foi o primeiro a já garantir vaga no WCT 2018. Foto:  Sean Rowland/ WSL.

Além de Filipe Toledo e Alejo Muniz, que agora é quem está mais próximo de ingressar no grupo dos dez indicados pelo WSL Qualifying Series, para a elite dos top-34 que disputa o título mundial da World Surf League, só mais um brasileiro passou bateria na quinta-feira de ondas de 3-4 pés em Huntington Beach.

O líder do ranking, Jessé Mendes, primeiro a já garantir vaga no WCT 2018 por antecipação, estreou no primeiro confronto do dia, ainda pela segunda fase do US Open. Depois foram realizadas as quartas de final do WCT feminino e mais oito baterias da terceira fase masculina, que fecharam a quinta-feira nos Estados Unidos.

Filipe Toledo avança para as oitavas do US Open. Foto: Kenneth Morris/WSL.

Dos cinco brasileiros que competiram na última rodada de confrontos formados por quatro surfistas, apenas Filipe Toledo e Alejo Muniz se classificaram e com vitórias em suas baterias. Alejo saiu da elite no ano passado e já aparece em 14.o no ranking que está garantindo até o 11.o colocado.

O japonês Hiroto Ohhara . Foto: Sean Rowland/WSL.

O japonês Hiroto Ohhara . Foto: Sean Rowland/WSL.

O japonês Hiroto Ohhara passou junto com o catarinense para a quarta fase e deixou a rabeira da lista para o brasileiro Alex Ribeiro, que depois já foi tirado do G-10 pelo norte-americano Nat Young.

Alejo Muniz vai disputar a segunda classificatória para as oitavas de final com o australiano Stu Kennedy e o neozelandês Ricardo Christie.

Após a estreia vitoriosa do Brasil na terceira fase, dois foram eliminados por Josh Kerr e Davey Cathels no confronto direto com a Austrália na quarta bateria, o paulista Victor Bernardo e o carioca Lucas Silveira.

Victor Bernardo durante o 4º round do US Open. Foto: Kenneth Morris/WSL.

Mas Filipe Toledo confirmou o favoritismo numa disputa fraca de ondas em Huntington Beach, contra os australianos Adam Melling e Jack Freestone e o americano Michael Dunphy. Os próximos oponentes do defensor do título do Vans US Open of Surfing, são o australiano Josh Kerr e o californiano Nat Young.

Lucas Silveira durante o US Open na Califórnia. Foto: Kenneth Morris/WSL.

Outros cinco brasileiros ainda vão tentar chegar na fase dos 24 concorrentes por vagas nas oitavas de final, pois estão nas quatro últimas baterias da terceira fase, que vão abrir a sexta-feira em Huntington Beach. O paulista Caio Ibelli e o potiguar Jadson André estão na primeira do dia, com o americano Conner Coffin também da elite do WCT e o havaiano Dusty Payne. Na seguinte, o catarinense Tomas Hermes enfrenta outro americano, Griffin Colapinto, o australiano Mitch Crews e o francês Maxime Huscenot.

O português Frederico Morais. Foto: Sean Rowland/WSL.

O português Frederico Morais. Foto: Sean Rowland/WSL.

Depois, tem o líder do ranking, Jessé Mendes, contra o português Frederico Morais, o californiano Patrick Gudauskas e o australiano Soli Bailey.

E na bateria que fecha a terceira fase, o potiguar Italo Ferreira e o uruguaio Marco Giorgi disputam as duas últimas vagas com o irmão de Patrick, Tanner Gudauskas, além do havaiano Joshua Moniz.

Esta é a última rodada de confrontos formados por quatro competidores. Na quarta fase, as baterias são de três surfistas e depois o sistema muda para o formato homem a homem que prossegue até a final.

Heitor Alves. Foto: Sean Rowland/WSL.

Confira ao vivo as disputas do Vans US Open 2017 direto da Califórnia, CLICANDO AQUI.

QUARTA FASE DO QS 10000 VANS US OPEN OF SURFING – baterias já formadas:

——–1.o e 2.o=Oitavas de Final e 3.o=17.o lugar com 2.200 pontos e US$ 2.700 de prêmio:

1.a: Jeremy Flores (FRA), Kanoa Igarashi (EUA), Hiroto Ohhara (JPN)

2.a: Stu Kennedy (AUS), Alejo Muniz (BRA), Ricardo Christie (NZL)

3.a: Davey Cathels (AUS), Adam Melling (AUS), Evan Geiselman (EUA)

4.a: Filipe Toledo (BRA), Josh Kerr (AUS), Nat Young (EUA)

5.a: Carlos Munoz (CRI), Noe Mar McGonagle (CRI), 2.o da 9.a bateria da Terceira Fase

6.a: Connor O´Leary (AUS), Michael February (AFR), 1.o da 9.a bateria da Terceira Fase

7.a: vencedores da 10.a e 11.a baterias e o segundo colocado na 12.a

8.a: vencedor da 12.a e os segundos colocados na 10.a e 11.a baterias

RESULTADOS DA QUINTA-FEIRA NO VANS US OPEN OF SURFING:

TERCEIRA FASE DO QS 10000 VANS US OPEN OF SURFING:

——–3.o=25.o lugar (US$ 1.900 e 1.100 pontos) / 4.o=37º lugar (US$ 1.600 e 1.000 pts)

1.a: 1-Kanoa Igarashi (EUA), 2-Ricardo Christie (NZL), 3-Kolohe Andino (EUA), 4-Ethan Ewing (AUS)

2.a: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Hiroto Ohhara (JPN), 3-Ryan Callinan (AUS), 4-Joan Duru (FRA)

3.a: 1-Stu Kennedy (AUS), 2-Jeremy Flores (FRA), 3-Aritz Aranburu (ESP), 4-Sebastian Zietz (HAW)

4.a: 1-Davey Cathels (AUS), 2-Josh Kerr (AUS), 3-Lucas Silveira (BRA), 4-Victor Bernardo (BRA)

5.a: 1-Evan Geiselman (EUA), 2-Nat Young (EUA), 3-Marc Lacomare (FRA), 4-Ian Crane (EUA)

6.a: 1-Filipe Toledo (BRA), 2-Adam Melling (AUS), 3-Jack Freestone (AUS), 4-Michael Dunphy (EUA)

7.a: 1-Carlos Muñoz (CRI), 2-Connor O´Leary (AUS), 3-Heitor Alves (BRA), 4-Beyrick De Vries (AFR)

8.a: 1-Michael February (AFR), 2-Noe Mar McGonagle (CRI), 3-Gony Zubizarreta (ESP), 4-Keanu Asing (HAW)

———-ficaram para abrir a sexta-feira:

9.a: Caio Ibelli (BRA)Jadson André (BRA), Conner Doffin (EUA), Dusty Payne (HAW)

10: Griffin Colapinto (EUA), Tomas Hermes (BRA), Maxime Huscenot (FRA), Mitch Crews (AUS)

11: Frederico Morais (PRT), Jessé Mendes (BRA), Patrick Gudauskas (EUA), Soli Bailey (AUS)

12: Italo Ferreira (BRA), Tanner Gudauskas (EUA), Joshua Moniz (HAW), Marco Giorgi (URU)

SEGUNDA FASE – 3.o=49.o lugar (US$ 1.000 e 600 pts) e 4.o=73.o lugar (US$ 750 e 550 pts):

———-resultados das duas últimas baterias que abriram a quinta-feira:

23: 1-Tanner Gudauskas (EUA), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Billy Stairmand (NZL), 4-Billy Kemper (HAW)

24: 1-Joshua Moniz (HAW), 2-Frederico Morais (PRT), 3-Brett Simpson (EUA), 4-Kiron Jabour (HAW)