BRASILEIROS DÃO SHOW NO 1º DIA DE DISPUTAS EM ITAÚNA

Foi dada a largada pelo título do Oi Rio Pro! O evento começou hoje, terça-feira, com ondas de até 1,5 metro e formação regular na praia de Itaúna, Saquarema.

ASSISTA AO VIVO AQUI

O Oi Rio Pro 2017, a etapa brasileira do WCT, começou nesta terça-feira às 7h05 com o público lotando as areias da praia de Itaúna para ver o show de surf de seus ídolos de perto. Adriano de Souza, Filipe Toledo e Ian Gouveia foram os três dos 11 brasileiros que venceram suas baterias e avançaram direto para o Round 3. Os outros oito representantes do time verde-amarelo em Saquarema vão ter uma nova chance na repescagem.

GABRIEL MEDINA NA REPESCAGEM

Medina não conseguiu passar por Nat Young e acabou caindo para a repescagem. Foto: Poullenot/WSL.

O campeão mundial de 2014 Gabriel Medina entrou no mar na primeira bateria do dia e acabou derrotado por Nat Young. Medina não começou bem, mas nos minutos finais encontrou uma boa esquerda que lhe rendeu 6,0 pontos.

Mesmo assim, o brasileiro ficou precisando de mais uma nota e não conseguiu impedir a vitória do norte- americano e acabou caindo para a repescagem junto com o havaiano Ezekiel Lau.

MINEIRO DERROTA BRASILEIROS E AVANÇA PARA O ROUND 3

Adriano de Souza está classificado para o Round 3 do Oi Rio Pro. Foto: Poullenot/WSL.

Numa bateria 100% brasileira, Adriano de Souza travou uma disputa até os últimos minutos com o potiguar Jadson André e o também paulista Wiggolly Dantas. Mineirinho alcançou as notas 5,93 e 6,33, deixando para trás seus compatriotas, que somaram 10,16 e 8.97 pontos, respectivamente.

Com a vitória, Adriano avançou direto para o Round 3 do Oi Rio Pro nas ondas de Itaúna, enquanto Jadson e Wiggolly vão disputar a repescagem.

JOSH KERR BATE JESSE MENDES E KOLOHE ANDINO 

Jesse fez bonito nas ondas de Saquá, mas acabou caindo para repescagem. Foto: Poullenot/WSL.

O australiano Josh Kerr venceu a bateria de número quatro do Oi Rio Pro contra Jesse Mendes e Kolohe Andino. O brasileiro até surfou bem somando 6.33 e 6.30, mas Kerr adotou uma estratégia diferente dos surfistas que competiram até agora e apostou nas diretas de Itaúna.

O aussie acabou conquistando um 8,10 e conseguiu a classificação direta para a terceira fase do evento, deixando para trás o brasileiro, que vai disputar a repescagem.

BINO LOPES LEVA VIRADA NO FIM E DISPUTA O ROUND 2

Bino Lopes começou bem sua bateria, mas vai ter que disputar o Round 2. Foto: Poullenot/WSL.

O baiano Bino Lopes, convidado de última hora da WSL para a vaga de Kelly Slater, que não compareceu por estar lesionado, entrou na água na quinta bateria desta terça-feira e não fez feio. Bino ficou bem ativo e liderou o confronto contra o australiano Jack Freestone e o sul-africano Jordy Smith com 5,33 e 5,73 até os últimos minutos.

Mas o sul-africano encontrou uma onda bem no fim da bateria. Ele precisava de 4,53. Dois dos cinco juízes deram 5,00 e Jordy acabou virando o resultado, mandando, assim, o brasileiro e o australiano para a repescagem.

 YAGO DORA CHEGA PERTO, MAS JOHN JOHN AVANÇA

Yago Dora decolando para uma nota 9,27. Foto: Poullenot/WSL.

O campeão mundial John John Florence fez sua estreia no Oi Rio Pro 2017 na bateria número sete contra os brasileiros Miguel Pupo e o wildcard Yago Dora. John John começou a bateria pegando muitas ondas e chegou a deixar Yago, o segundo colocado, precisando de 9,30 para conseguir a virada.

Miguel Pupo também vai para repescagem junto com Yago. Foto: Poullenot/WSL.

Mas Yago Dora foi para perto de John John e encontrou uma direita com potencial. O catarinense arriscou tudo num aéreo de backside e arrancou 9,27 dos juízes, mas não foi o suficiente para ultrapassar o havaiano avançar direto para a terceira fase.

A nota 9.27 de Yago Dora

Resultado: John John Florence, atual campeão mundial, avança direto para a terceira fase, já os brasileiros Yago Dora e Miguel Pupo, que obteve 7, 7 e 5,73,  agora terão que disputar o Round 2.

FILIPINHO IMPOSSÍVEL NA SÉTIMA BATERIA DO DIA

Filipe Toledo levantou o público em Itaúna. Foto: Poullenot/WSL.

Logo após o show de Yago Dora e John John Florence nas ondas de Itaúna, chegou a vez da sensação do Oi Rio Pro, Filipe Toledo, entrar na água e levar o público ao delírio com suas manobras de borda e aéreos incríveis.

Com 16,26 pontos em seu somatório, o ubatubense não deu chances aos seus adversários Ethan Ewing e Frederico Morais, avançando sem dificuldades direto para o Round 3.

IAN GOUVEIA VIRA NA ÚLTIMA ONDA

Ian Gouveia avança direto à terceira fase. Foto: Poullenot/WSL.

O pernambucano Ian Gouveia proporcionou uma bateria de muitas emoções ao grande público presente nas areias da praia de Itaúna. Em uma bateria muito disputada contra os australianos Adrian Bunchan e Matt Wilkinson, Ian foi quem levou a melhor com uma virada apertada na sua última onda, onde recuperou a liderança com um 6,73.

Para a alegria da torcida brasileira, o pernambucano é mais um integrante do time verde-amarelo em Saquarema que avança direto para a próxima fase.

CAIO IBELLI TAMBÉM ENFRENTA A REPESCAGEM

Caio Ibelli. Foto: Sherman/WSL.

Caio Ibelli fechou a participação masculina do time verde-amarelo no Rio Pro no último confronto desta terça-feira contra os australianos Julian Wilson e Stuart Kennedy.

Infelizmente não deu para Ibelli, que ficou em último na bateria.

Julian Wilson conquistou a melhor nota do dia ao levar um 9,77 na vitória sobre seu conterrâneo e o brasileiro, que segue para a repescagem.

Com o fim da primeira fase masculina, começa os confrontos do Round 1 feminino. A cearense Silvana Lima, nossa única representante entre as mulheres, enfrenta a francesa Johanne Defay e a americana Lakey Peterson na sexta e última bateria da primeira fase  do Oi Rio Women´S Pro.

Confira a matéria completa do 1º dia de disputas da fase masculina em Itaúna, clicando aqui.

O público acordou cedo e lotou as areias de Saquarema para acompanhar as primeiras baterias do Rio Pro. Foto: Smorigo/WSl.

baterias da primeira fase masculina nesta terça-feira:

1: Gabriel Medina (BRA) 13.10 x Ezekiel Lau (HAW) 10.60 x Nat Young (USA) 13.84
2: Adriano de Souza (BRA) 12.26 x Wiggolly Dantas (BRA) 8.97 x Jadson Andre (BRA) 10.16
3: Owen Wright (AUS) 13.97 x Jeremy Flores (FRA) 14.44 x Leonardo Fioravanti (ITA) 10.10
4: Kolohe Andino (USA) 11.84 x Josh Kerr (AUS) 14.27 x Jesse Mendes (BRA) 12.63
5: Jordy Smith (AFS) 11.20 x Jack Freestone (AUS) 8.16 x Bino Lopes (BRA) 11.06
6: John John Florence (HAW) 14.67 x Miguel Pupo (BRA) 13.40 x Yago Dora (BRA) 14.64
7: Filipe Toledo (BRA) 16.26 x Frederico Morais (PRT) 10.84 x Ethan Ewing (AUS) 7.70
8: Matt Wilkinson (AUS) 6.23 x Adrian Buchan (AUS) 13.53 x Ian Gouveia (BRA) 14.40
9: Joel Parkinson (AUS) 16.20 x Connor O’Leary (AUS) 7.00 x Joan Duru (FRA) 15.70
10: Michel Bourez (TAH) 9.13 x Mick Fanning (AUS) 14.44 x Bede Durbidge (AUS) 12.60
11: Sebastian Zietz (HAW) 11.26 x Conner Coffin (USA) 13.60 x Kanoa Igarashi (USA) 13.77
12: Julian Wilson (AUS) 16.34 x Caio Ibelli (BRA) 3.17 x Stuart Kennedy (AUS) 12.86

PRIMEIRA FASE DO OI RIO WOMEN´S PRO EM SAQUAREMA:

1.a: Carissa Moore (HAW), Sage Erickson (EUA), Laura Enever (AUS)
2.a: Courtney Conlogue (EUA), Nikki Van Dijk (AUS), Bronte Macaulay (AUS)
3.a: Stephanie Gilmore (AUS), Keely Andrew (AUS), vencedora da triagem
4.a: Tyler Wright (AUS), Coco Ho (HAW), Bianca Buitendag (AFR)
5.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Tatiana Weston-Webb (HAV), Pauline Ado (FRA)
6.a: Johanne Defay (FRA), Lakey Peterson (EUA), Silvana Lima (BRA)