LUARA THOMPSON VIAJA EM BUSCA DO TÍTULO MUNDIAL SUB 16

A jovem surfista do Recreio dos Bandeirantes (RJ), competirá nos canudos de Ala Moana, Bowls, Havaí, em busca do título mundial Sub-16

Luara Thompson, de 16 anos. Foto: Divulgação.

Nesta quinta feira, 21 de abril, a carioca Luara Thompson, 16 anos, embarca para o Havaí, onde disputará a final do Circuito Rip Curl Grom Search, um dos principais circuitos Sub-16 do mundo. O evento será realizado nas famosas e tubulares ondas de Ala Moana Bowls, no lado Sul da Ilha de Oahu, no Arquipélago Havaiano.

Luara, que é a atual campeã brasileira na categoria Junior, fez um período específico de treinamentos visando a finalíssima havaiana.

 ”Estou muito ansiosa quero que comecem logo as baterias, será um sonho realizado. Estou treinando forte, chego a ficar três horas e meia na água, além de fazer funcional, alongamento entre outros exercícios”, diz a atleta que nas categorias de base chegou a competir com meninos por falta de eventos.

 Local do Recreio dos Bandeirantes, ela afirma que está ansiosa para conhecer a onda em que a competição será realizada.

 “Sou goofy ( surfa com o pé direito na frente), e esse tipo de onda encaixa bem com o meu surf. Não conheço Ala Moana, mas estou assistindo  alguns vídeos e tenho certeza que vou me adaptar muito bem”, analisa.

Luara Thompson. Foto: Divulgação.

 Luara conquistou a vaga por conta do título do Circuito Rip Curl Grom Search, principal circuito nacional Sub-16. Sobre suas expectativas, ela mostra  foco e determinação.

“Estou indo lá para representar bem o Brasil e vou dar o meu melhor! Estou indo pra fazer bonito e trazer o troféu pro meu país”, dispara ela que terá outro desafio em setembro, dessa vez no ISA GAMES ( Evento disputado por equipes, e considerado como as Olimpiadas do Surf ) que será realizado em Portugal.

Luara afirma que pensou em se profissionalizar, porém, preferiu postergar e fazer todas as etapas possíveis como amadora.

“Tomei a decisão de competir o Circuito Brasileiro Amador em 2016, foi uma escolha feita pelo meu time: treinador, Benjamin, minha irmã, Mainá e, meu cunhado, Dionisio. Estou muito feliz por ter sido convidada, e assim que voltar do Havaí, já vou me preparando pra Portugal”, afirma a surfista que tem como referências Tatiana Weston Web e Julian Wilson.

Sobre o futuro, diz ela:

“Meu principal objetivo como surfista,é me tornar profissional e ir até onde eu quero,entrar pro WT ( World Tour )”.