MOMENTOS QUE O SURF VIROU PAUTA NO MUNDO INTEIRO

Saiba quais são os cinco momentos importantes do surf que ganharam os noticiários dos jornais de todo o mundo.

Surf Mainstream. Foto: Richard Johnson/Red Bull Content Pool.

No início de agosto, o surf ganhou o noticiário do mundo. Um anúncio importante fez com que todas as mídias relevantes falassem do nosso esporte. Anúncio este que vai, com certeza, mudar o rumo e a história daquele que antes era um esporte “underground”, de contra cultura e hoje vem se profissionalizando. Por isso, elegemos as cinco outras vezes que o surf também ganhou o noticiário de grandes empresas de mídia ao redor do globo. Cinco fatos que fizeram o surf mainstream.

Por Maíra Pabst

Gabriel Medina se torna o 1º campeão mundial brasileiro

Talvez esse fato tenha sido mais noticiado com afinco no Brasil, mas, sim, alguns canais do mundo também falaram a respeito. O fato é que em 2014, Gabriel Medina se tornou o primeiro brasileiro a se tornar campeão do mundo de surf. Depois de muitos anos com vários atletas disputando o caneco mundial, Medina conquistou. No Brasil, a coisa estourou. Foi ai que o surf deu um passo gigante rumo a popularidade. Hoje Gabriel é uma super estrela brasileira. Todos o conhecem. Xuxa foi aprender a surfar com Medina, Faustão o chamou no programa, Jô Soares, assim como todos os outros programas do país. Ganhou as telinhas, os artistas e muitos, mas muitos fãs. Nunca o surf foi tão mainstream no Brasil.

Mick Fanning é atacado AO VIVO por tubarão

Ataques de tubarão por si só já são relevantes. Agora imagine um tricampeão mundial ser atacado por um tubarão durante uma disputa de uma final de campeonato enquanto o mundo inteiro assiste ao vivo. Foram dias e mais dias de matérias, entrevistas, vídeos e falatórios sobre este assunto. BBC, CNN, Globo… não teve uma se quer mídia relevante que não tenha falado no assunto. Até hoje, quando há oportunidade, trazem à tona o vídeo de Mick sendo atacado no ano passado. Esse dia o surf virou mainstream.

Kelly Slater vence seu DÉCIMO título mundial

A semana em que Kelly Slater venceu o seu 10º título mundial talvez tenha sido uma das mais icônicas para o esporte. Não só pelo  fato de Slater, aos 38 anos de idade, ter conquistado pela décima vez um caneco mundial, mas porque isso aconteceu de forma estranha. Uma semana antes, seu maior rival da história, o três vezes campeão do mundo Andy Irons, fora encontrado morto em um quarto de hotel em Dallas. O esperto perdia um de seus maiores ícones, com boatos de abuso de drogas. Depois de todos recuperados do trauma e o campeonato reiniciado em Porto Rico, Kelly foi anunciado matematicamente como campeão do mundo. Algumas horas depois, com contas refeitas, viram que havia um erro e Slater ainda não era campeão. Entre tantas confusões, nos dias seguintes, o americano finalmente levou o caneco e, por todas as peculiaridades dessa história, o mundo falou do esporte, do surf e de Kelly Slater.

Para conferir os outros momentos importantes do surf que ganharam a mídia mundial, clique em redbull.com