OUTROS PICOS DE ONDAS GRANDES DA ÁFRICA DO SUL

Semana passada todas as atenções no mundo do surf estavam voltadas para a África do Sul, mais precisamente nos famosos canudos perfeitos de Jeffreys Bay, para as finais da sexta etapa do Tour 2017, o Corona Open J-Bay. Saindo do circuito, outro pico local também muito conhecido é Dungeons por causa de suas perigosas ondas.

Só que existem outros ótimos picos no país africano que não são tão famosos, mas que seguram ondulações acima dos 10 pés. Então, separamos uma lista bem interessante com algum deles para você. Uma excelente opção para sua próxima surf trip! Confira! 

Gansbaai, em Southern Cape

Gansbaai. Foto: Rickus.

Gansbaai é famosa como a capital do mergulho com tubarões brancos no mundo. Mas também há muitos picos legais de surf de ondas grandes nessa área, o que pode ser uma combinação bem assustadora. Por isso, a maioria da atividade surfística na região é feita com a ajuda de jet skis.

Porém, em alguns dias calmos, os mais corajosos se arriscam na água para uma remada. Nada como ficar na água esperando as ondas e ver alguns barcos passarem descendo suas jaulas de isca humana.

Queensbury Bay, Leste de London

Queensbury,no leste de London, é o melhor pico de surf dessa área com pouca gente e ótimas ondas. É um lugar onde quebram ondas perfeitas de 10 pés, mas ainda segura um pouco mais de swell com formação ainda perfeita.

Queensbury Bay. Foto: Louis Wulff.

Intercala entre série de esquerda perfeitas,ou séries estranhas fechando inteiras. Elas quebram bem para fora, e tubarões brancos são presença quase garantida na sessão.

Outer Kom, em Cape Peninsula

Outer Kom teve seu momento de glória em 1985, quando uma ondulação de 12 pés quebrou perfeita para o famoso campeonato sul-africano Spur Steak Ranch Surfabout, onde participaram caras como Occy, Wes Laine, Glen Winton e Mike Burness.

Hoje em dia, o pico chega a ficar um pouco crowdeado nos dias menores. Mas quando passa dos dez pés, ainda são poucos que surfam bem por ali. São esquerdas grandes e perfeitas que têm um certo mistério sobre elas. É preciso coragem e positividade para completar o drop em The Kom.

Bay View, em Hermanus

Grant ‘Twiggy’ Baker está sempre em Bay View quando está pela África do Sul e entra uma boa ondulação. Mas caras locais, como Gideon Malherbe, aproveitam bastante as boas condições por ali. É uma onda cheia de truques, com um drop insano e uma remada complicada.

Além disso, há uma sessão tubular que corre bastante e fecha muitas vezes. Ou seja, é tudo bem difícil. Mas quando as condições se alinham, pode ser um dos melhores lugares para o surf de ondas maiores.

Bay View. Foto: Chantal Malherbe.

Quer conferir mais outros picos de ondas grandes na África do Sul, clique AQUI.