PARTIU COSTA RICA?

Se existe uma coisa que precisa ser dismistificada na cabeça de uma galera é a ideia de que você precisa ser a próxima atleta profissional da WSL para fazer uma viagem para fora do Brasil…  Sabe, a gente vai dividir um segredo aqui com você! Pessoas que moram fora do Brasil também aprendem a surfar.

Uma surf trip é uma viagem como todas as outras. Ok, como todas as outras que você já fez não! Pois numa viagem para surfar o objetivo é basicamente só um: SURFAR como se não houvesse amanhã! E qual seria um dos melhores picos para uma trip alucinante?!

A Costa Rica é um dos melhores lugares para se fazer uma surf trip mágica! Principalmente se essa for a sua primeira. Ondas perfeitas para todos os níveis, desde os iniciantes até os mais avançados. E, além disso, é “Pura Vida”, um paraíso natural, com algumas das praias consideradas as mais lindas do mundo, água quente e uma vibe boa. Ali todos te recebem muito bem com um belo sorriso no rosto.

Com certeza um dos lugares onde se pode ver mais mulheres florindo o outside. E nessa vontade de surfar no paraíso com as hermanas, embarcamos na barca da bicampeã brasileira de surf, Suellen Naraisa, sob as lentes da fotógrafa de surf Marianna Piccoli. E como nós somos muito “parças”, não podíamos deixar de te convidar para vir junto nessa!

Resultado de imagem para Gif feliz na costa rica

A principal parada foi na região de Tamarindo, onde é possível encontrar dois picos para cair na água. Pico Pequeñouma onda com fundo de pedra, bem perfeitinha; e El Estero, uma excelente boca de rio. A praia é uma das mais desenvolvidas da região, graças à enorme procura pelos surfistas, com uma grande variedade de hotéis, restaurantes e uma boa estrutura para receber a turistada.

Tamarindo também é um ótimo lugar para servir como base fixa para surfar as ondas da região, como Roca Bruja, Playa Grande, Playa Negra e Avellanas.

Roca Bruja.

Se você já sonhou com as ondas de Endless Summer II, então chegou o momento do sonho virar realidade! Vamos para o paraíso chamado Roca Bruja e Oliies Point, duas praias incríveis que ficam numa reserva ecológica, imperdível, e que só é possível chegar de barco. Nos dias grandes é ideal pra quem tem o surf no pé, pois as ondas são bem fortes. Mas nos dias menores é diversão garantida e ótimo para evoluir no esporte. Ôpa, vamos encarar essa segunda opção.

Avellanas.

Praia de Avellanas, quem sabe será aqui a sua primeira paredinha inesquecível! É um ótimo beach break, com direitas e esquerdas perfeitas e tubulares e uma das praias mais belas do mundo. Avellanas possui árvores retorcidas pelo tempo, macacos pendurados e uma magia indescritível. Logo ao chegar, você se sentirá abençoada pela mãe natureza e quando você pegar uma onda então … minha nossa!

Playa Grande.

Direitas e esquerdas constantes a gente vai encontrar na Playa Grande… tem onda pra todas!

Playa Negra.

E mais tubinhos em Playa Negra, um dos melhores point breaks da Costa Rica. Sim, point break onde a onda quebra em um só lugar, repetidamente, e você tem chance de chegar no outside sem molhar o cabelo e pegando altas! E só direitinhas, a “Disneylândia” para a surfistada regular.  Guenta coração!

E a última parada da trip: Hermosa, um beach break poderoso, com picos de direita e esquerda. E a praia de Jacó, mais tranquila para os iniciantes se divertirem o dia inteiro!

Hermosa.

Agora chega de teoria! Passaporte na mão, mochila nas costas, prancha debaixo do braço e #PartiuaSurfarNaCostaRicaaaaaa!

Costa Rica.

Por Longarina, parceira da Surfar na seção Surf Feminino.