SEGUNDOS DE PURA ADRENALINA

São três segundos de pura adrenalina que regem a vida do atleta de Cliff Diving Jucelino Junior entre mergulhos e saltos há 28 metros de altura. Natural de Belém do Pará, Jucelino se destacou no esporte desde 2010 quando terminou o ano em terceiro lugar no Mundial da Itália, em 2014 foi campeão de High Diving, 7º colocado no Red Bull Cliff Diving, em Yucatãn , no México e no ano passado terminou na 5º colocação.

No final de julho, o atleta marcou presença no La Rochelle Cliff Diving, na França. “Esta competição é incrível e este ano teve um sabor especial. Após sete anos competindo, contei com a torcida especial da minha namorada, Aline Gandra, que fez muita diferença no meu desempenho”, festejou Jucelino. “Agora estou treinando para buscar o tetra campeonato mundial no Mergulho Radical, em novembro no Brasil, e com apoio de Furnas vou mais longe”, contou.

Outros bons momentos do atleta foram marcados ano passado, quando conquistou o bicampeonato do Mergulho Radical e o Desafio Internacional nas Filipinas. No aquecimento, as habilidades da capoeira, que também dá aulas como instrutor, o condiciona a manter os seus movimentos mais flexíveis, além de ajudar a manter a concentração.

Inspirado pelo saltador colombiano Andrés Duque, Jucelino se aventurou no esporte durante a adolescência e até os 20 anos de idade competia nos saltos ornamentais sem saber nadar. Outros momentos de superação marcaram sua trajetória quando machucou as costas, em uma competição em Cartagena, na Colômbia, dificultando assim os seus movimentos.

“Minha meta de vida é sem dúvidas me ingressar nos jogos olímpicos em 2020 e ser reconhecido pelo que amo. Pois acredito que a minha história de superação possa ser um bom exemplo para muitos brasileiros que buscam quebrar suas barreiras”, concluiu.

Fotos: Divulgação Red Bull.