MEDINA, MINEIRO E PUPO EM BUSCA DO TÍTULO

Gabriel Medina fez novamente uma nota 10 e o maior somatório do dia, Mineiro se apresentou em altíssimo nível nas baterias e Miguel Pupo está com o surf bem encaixado no Postinho. Esses são os três representantes do Brasil que seguem com chances de conquistar o título da etapa brasileira do WCT.

Veja a galeria de fotos do dia de hoje clicando aqui.

Após uma maratona de baterias que começaram às 7h da manhã desta quarta-feira, o terceiro dia de competições do Oi Rio Pro chegou ao fim às 17h da tarde em ondas de 1.5m. As condições irregulares exigiram muito dos competidores, mas ainda assim eles conseguiram dar um show que manteve o público na areia nesse dia chuvoso. John John Florence e Jack Freestone também se destacaram enquanto Davey Cathels foi a zebra de hoje.

Os brasileiros dominaram grande parte do dia subindo o nível do campeonato com muitas vitórias. No entanto, o Round 5 não terminou bem para os surfistas da casa, já que os três fortes concorrentes Filipe Toledo, Caio Ibelli e Italo Ferreira foram eliminados da competição. Agora todas as fichas estão depositadas no trio paulista Medina, Mineiro e Pupo.

A ESTRATÉGIA DE FILIPE DÁ CERTO

Filipe Toledo na primeira onda do dia. Foto: Luciano Cabal.

Com as condições difíceis e os tubos fechando muito, Toledo apostou nas intermediárias para soltar algumas manobras. Assim construiu um score suficiente para superar Leonardo Fioravanti, que não se encontrou no mar. No momento decisivo da bateria, Filipe soube a hora certa de utilizar a prioridade para não deixar o adversário pegar uma boa onda, que rendeu ao brasileiro a melhor nota do heat (7.17). Depois do confronto, o paulista ainda se mostrou bastante satisfeito por se sentir completamente recuperado da lesão que teve na primeira etapa do ano.

JOHN JOHN ELIMINA ALEJO

IMG_9531John John surfa tranquilo nas buraqueiras. Foto: Luciano Cabal.

O havaiano John John Florence se sente à vontade nas ondas do Postinho. Mesmo em condições difíceis, ele costuma conseguir pegar várias ondas com facilidade e isso não foi diferente nesta quarta-feira. Assim, John John venceu com certa tranquilidade o brasileiro Alejo Muniz, que teve muitas dificuldades hoje no Postinho. Apesar de baixas, as duas notas do havaiano foram maiores que a melhor nota de Alejo.

CAIO IBELLI LEVANTA A TORCIDA

IMG_9759Caio Ibelli arriscou os aéreos em sessões grandes das ondas pesadas do Postinho. Foto: Luciano Cabal.

O paulista Caio Ibelli confirmou a boa fase no ano de estreia dele no WCT com exibições espetaculares. O paulista deu um show que fez o público vibrar na areia. No difícil mar do Postinho, o brasileiro encontrou tubos, completou aéreos e venceu o australiano Ryan Callinan com a somatória de 15.07 contra 11.13 do aussie, se garantindo no Round 4. Caio é o melhor estreante do circuito até agora e está mostrando que veio para ficar no top 10.

EM BATERIA BRASILEIRA MINEIRO VENCE LUCAS SILVEIRA

IMG_9928-001Adriano fez uma nota acima dos oito pontos nesta onda. Foto: Luciano Cabal.

O campeão mundial Adriano de Souza está classificado para a próxima fase. Em uma bateria muito difícil, mineirinho conseguiu uma nota 8.00 com uma boa onda de duas manobras e derrotou o atual campeão mundial Pro Jr Lucas Silveira, que lutou até o fim em busca da virada mas não alcançou seu objetivo terminando com 13º lugar no Oi Rio Pro. A experiência de quem tem 10 anos no WCT fez a diferença na hora de usar a tática durante a bateria.

ITALO ELIMINA O WILDCARD MARCO FERNANDEZ

IMG_0070Italo manteve a regularidade com as fortes manobras de backside. Foto: Luciano Cabal.

O melhor surfista brasileiro no WCT 2016, Italo Ferreira, segue consistente nas baterias da elite. Ele se manteve ativo durante todo o confronto contra o baiano Marco Fernandez sem dar chances ao adversário. Com poucas ondas de qualidade, ele começou focando nas intermediárias sem esperar muito. Assim pegou várias ondas e alcançou o somatório de 13.70 com duas notas na casa dos 6 pontos. Italo vem mostrando uma regularidade incrível, está em 3° lugar no ranking e vai diminuir a diferença para o líder Matt Wilkinson, já eliminado.

MIGUEL PUPO DOMINA BATERIA CONTRA AMERICANO

Miguel PupoMiguel Pupo está surfando muito bem no Oi Rio Pro deste ano. Foto: Daniel Smorigo/WSL.

Em um momento muito difícil do mar e de baixo de muita chuva, Miguel Pupo vence o norte-americano Kanoa Igarashi. Pupo encontrou uma direita que lhe proporcionou uma boa parede onde manobrou muito forte e conseguiu um 7.83, o deixando com folga na liderança durante toda a bateira. Pupo, com a prioridade, ainda deixou Kanoa pegar uma última onda nos minutos finais, mas não foi o suficiente para o americano. O paulista vem surfando muito bem durante o evento.

MEDINA ESPETACULAR NOVAMENTE

O aéreo rendeu um 8.17 a Gabriel Medina. Foto: Luciano Cabal.

Gabriel Medina mais uma vez fez jus ao adjetivo fenômeno e voltou a se apresentar de maneira espetacular no Postinho. O público foi ao delírio com as manobras do campeão mundial de 2014. Laybacks, aéreos e tubos fizeram parte da performance do brasileiro. O adversário Deivid Silva surfou bem, mas estava impossível acompanhar o ritmo de Medina.

TOLEDO PERDE E VAI PARA A REPESCAGEM

IMG_0453Os aéreos do Filipe não foram suficientes para vencer a bateria. Foto: Luciano Cabal.

Em bateria muito disputada o havaiano Dusty Payne venceu os favoritos Filipe Toledo e John John Florence na primeira bateria válida pelo Round 4. Filipinho não repetiu sua atuações anteriores e não encontrou boas ondas. Já John John liderou a bateria durante quase todo o tempo e viu Dusty Payne virar o confronto nos últimos instantes de bateria. Toledo vai enfrentar o australiano Davey Cathels na repescagem do Oi Rio Pro.

MINEIRINHO BRILHA NO POSTINHO

Mineiro fez 9.17 nesta onda. Foto: Luciano Cabal.

O atual campeão mundial Adriano de Souza deu um show de surf no Postinho e mandou Caio Ibelli e Davey Cathels para a repescagem. Mineiro encontrou surfou com toda a determinação característica dele, soltando fortes manobra, floaters e arriscando aéreos. Assim somou 17.44, o segundo maior score do dia até agora. O outro brasileiro da bateria Caio Ibelli, não se encontrou no mar pesado do Postinho e agora vai enfrentar mais uma vez John John Florence. Se vencer será a terceira vez no ano que Caio elimina o havaiano.

PUPO FREIA ITALO E AVANÇA PARA AS QUARTAS

IMG_0644Italo tentou extrapolar, mas não conseguiu passar por Miguel Pupo. Foto: Luciano Cabal.

Miguel Pupo supera Italo Ferreira e Adam Melling em uma bateria cheio de viradas. Italo vem sendo o destaque brasileiro do WCT até agora com ótimos resultados nas primeiras etapas do ano e começou a bateria arriscando tudo nos aéreos, porém incompletos, e viu Pupo soltar manobras fortes para vencer e avançar para as quartas de final no Postinho.

MEDINA CONTINUA DANDO SHOW COM MAIS UM 10

IMG_0852Medina surfou solto na bateria. Foto: Luciano Cabal.

Quando Gabriel Medina entra na água, pode se preparar que o espetáculo garantido. O paulista mostrou de novo porque carrega um título de campeão do mundo em sua bagagem dando um verdadeiro show com direito a segunda nota 10 do campeonato em um backside full rotation espetacular, ele ainda finalizou bem na junção. Medina somou 18.10, maio score do dia, sem dar nenhuma chance aos seus adversários Jack Freestone e Michel Bourez. O brasileiro já está classificado para as quartas de final.

JOHN JOHN FLORENCE BATE IBELLI E AVANÇA

Após ser eliminado duas etapas consecutivas para o brasileiro Caio Ibelli, John John Florence conseguiu dar o troco no paulista. Nem toda a torcida brasileira apoiando Ibelli na areia da Barra da Tijuca foi suficiente para derrotar o havaiano que apresentou um surf muito forte e moderno no Postinho, onde já foi campeão. Florence vai enfrentar o também local do Hawaii Dusty Payne na primeira bateria das quartas, que deve acontecer nesta quinta-feira.

DAVEY CATHELS  ELIMINA FILIPE TOLEDO

Davey CathelsDavey Cathels vem sendo a zebra do campeonato até o momento. Foto: Daniel Smorigo/WSL.

O atual campeão do Oi Rio Pro foi eliminado na Barra da Tijuca pelo estreante na elite Davey Cathels. Filipinho vencia a bateria até o australiano encontrar uma onda salvadora nos últimos minutos de bateria, Davey acertou duas manobras muito fortes e virou para cima do brasileiro, que não teve tempo de tentar a virada. Cathels agora vai enfrentar o campeão mundial Adriano de Souza.

JACK FREESTONE VENCE ITALO FERREIRA

Jack Freestone derrotou Italo Ferreira no Round 5. Foto: Daniel Smorigo/WSL.

Mais uma baixa no time brasileiro. O potiguar Italo Ferreira não conseguiu soltar o seu surf na última bateria desta quarta-feira nas ondas do Postinho e viu Jack Freestone o deixar em uma combinação de notas. Italo agora está na segunda posição do ranking da WSL e perdeu a chance de chegar mais perto do australiano Matt Wilkinson, que ainda vestirá a camisa amarela na etapa de Fiji.

ROUND 5
1.a: John John Florence (HAW) 13.00 x 10.17 Caio Ibelli (BRA)
2.a: Davey Cathels (AUS) 15.67 x 14.87 Filipe Toledo (BRA)
3.a: Jack Freestone (AUS) x Italo Ferreira (BRA)
4.a: Michel Bourez (TAH) x Adam Melling (AUS)

ROUND 4
1.a: Dusty Payne (HAW) 15.60 x John John Florence (HAW) 15.20 x Filipe Toledo (BRA) 10.40
2.a:  Adriano de Souza (BRA) 17.44 x Davey Cathels (AUS) 8.64 x 4.57 Caio Ibelli (BRA)
3.a:  Italo Ferreira (BRA) 12.50 x Miguel Pupo (BRA) 12.73 x Adam Melling (AUS) 10.90
4.a: Jack Freestone (AUS) 7.77 x Michel Bourez (TAH) 7.90 x Gabriel Medina (BRA) 18.90

ROUND 3
1.a: Filipe Toledo (BRA) 12.67 x 5.00 Leonardo Fioravanti (ITA)
2.a: John John Florence (HAV) 10.73 x  7.64 Alejo Muniz (BRA)
3.a: Nat Young (EUA) 12.76 x 14.63 Dusty Payne (HAW)
4.a: Caio Ibelli (BRA) 15.07 x 11.13 Ryan Callinan (AUS)
5.a: Stu Kennedy (AUS) 8.74 x 8.80 Davey Cathels (AUS)
6.a: Adriano de Souza (BRA) 13.34 x 12.76 Lucas Silveira (BRA)
7.a: Italo Ferreira (BRA) 13.70 x 9.50 Marco Fernandez (BRA)
8.a: Kanoa Igarashi 12.80 (EUA) x 13.40 Miguel Pupo (BRA)
9.a: Sebastian Zietz (HAW) 10.33 x 11.17 Adam Melling (AUS)
10: Jordy Smith (AFR) 13.77 x 16.07 Jack Freestone (AUS)
11: Michel Bourez (TAH) 16.27 x 14.00 Matt Banting (AUS)
12: Gabriel Medina (BRA) 15.67 x 13.77 Deivid Silva (BRA)