TRICAMPEÃO DE VOLTA AO CIRCUITO MUNDIAL

Após participar de apenas cinco etapas no Tour em 2016, o tricampeão Mick Fanning anuncia que volta “à ativa” este ano. Fanning se afastou depois da morte do irmão Peter e do ataque de tubarão em J-Bay ano retrasado.

Mick Fanning está de volta ao Circuito Mundial. Depois de  “dar um tempo fora do Tour” ano passado, quando participou de apenas cinco das onze etapas, o tricampeão mundial anunciou ontem, segunda-feira, que está de volta às competições e que disputará toda a temporada 2017.  Fanning se afastou  do Tour após após o falecimento de seu irmão mais velho e do ataque de um tubarão durante a etapa de J-Bay, África do Sul, em 2015. (Em destaque: Fanning em na etapa de J-Bay Open, umas das que ele competiu ano passado, onde foi campeão. Foto: Cestari/WSL)

Comemorando a vitória em J-Bay. Foto: Kistrin/WSL.

“Decidi voltar à competição este ano. Foi muito importante tirar o ano de 2016 para descansar e me recompor. Agora estou empolgado para voltar a competir. 2015 foi um ano bem cansativo. Muita coisa aconteceu na minha vida pessoal e profissional. Felizmente pude tirar esse período para cuidar de mim e me afastar do Tour. Participei de poucos eventos da elite e algumas etapas do Qualifying, o que acabou sendo bom, porque eu não queria prejudicar os wild cards Bede Durbidge e Owen Wright”, falou Fanning no site oficial da WSL.

O campeão mundial de 2007, 2009 e 2013, também contou que a decisão de voltar ao Tour este ano não foi fácil. Uma das coisas que o motivou a voltar a competir no Circuito foi o alto nível dos novos surfistas que estão surgindo, um desafio a mais para seu retorno às competições.

Fanning está de volta ao Tour este ano após se afastar por causa da morte do irmão e ataque de tubarão em 2015. Foto: Cestari/WSL.

“A coisa mais importante para mim é ter certeza de que o meu surf continua a evoluir, e isso vai ser colocado em prova nesse Circuito, que está cada vez mais difícil e disputado. Nos últimos anos, consegui encontrar um bom equilíbrio entre competitividade e divertimento. Acho que a chave para este ano será entrar ligado nos primeiros eventos. Vou fazer de tudo para conseguir uma vitória já na Austrália”, afirmo o australiano de 35 anos.

Fanning e Slater. Foto: Kirstin/WSL.

E essa volta de Fanning à ativa já começou a repercutir na elite do surf mundial. Kelly Slater, 11 X campeão mundial, acha Mick um forte candidato ao título de 2017: “Se o Mick Fanning voltar 100%, coloco-o no topo da briga do Circuito Mundial deste ano. Ele está num top 3 do mundo atualmente. Tudo deve ser levado em consideração, como experiência, competições vencidas em diferentes ondas e domínio em algumas etapas, como Bells Beach e Jeffreys Bay.”

Com o retorno de Mick Fanning ao Circuito Mundial este ano, agora passa a ser um total de seis campeões do mundo na luta pelo título 2017. Além de Fanning, os brasileiros Gabriel Medina e Adriano de Souza, Kelly Slater, Joel Parkinson e John John Florence. A abertura do Tour começa na Gold Coast, com  janela entre os dias 14 e 25 deste mês. Na sequência vem a etapa de Margaret River, de 29 de março até 09 de abril, e completando a perna australiana, a disputa de Bells Beach, de 12 a 24 de abril.

Fonte: worldsurfleague.com/